Skip to content

E AGORA, PREFEITO?

31 de dezembro de 2008

Esse início de ano é atípico. Só acontece a cada quatro anos. É quando cabeças rolam enquanto outras são laureadas em quase 6 mil municípios brasileiros. Mesmo naqueles onde há ou houve reeleição, é momento de trocas. Há gente que vacilou na última hora e perdeu a confiança do chefe, há outros que aderiram e vão buscar seus espaços.

Estou em Vila Velha, ES. Acompanhei de perto o processo eleitoral do município e pude testemunhar a ascensão de uma estrela ofuscando outra. Há muita gente procurando emprego, há muita gente que já deu um jeito de se acomodar mesmo durante o processo eleitoral, mas, certamente, não terá o mesmo espaço. Processo político é assim mesmo. Instável por sua própria natureza.

As divergências entre o que sai e o que entra por aqui são mais de conteúdo ideológico e até nisso há certa falsidade. Afinal, o que entra apoiou a reeleição do que sai – isto, há quatro anos. O que sai, sai meio defenestrado. Pensou que podia eleger um poste, a despeito da boa pessoa que escolheu para sobre ela repousar sua mão. Mas política é outra coisa.

O que entra, entra preocupado em fazer o povo esquecer suas promessas mirabolantes. Não terá dinheiro para fazer nem a metade. E isso não é pessimismo, é realismo. Vila Velha tem a segunda pior renda per capta dentre os municípios capixabas. Mas daqui a quatro anos a história será outra e ninguém vai se lembrar de nada. Talvez tente, o mesmo que sai, fazer o povo se lembrar. Mas o povo também será outro. Talvez uns 100 mil moradores a mais do que há hoje. Talvez uns 50 mil não estejam mais aqui, e haja outros tantos no lugar. É uma outra história.

Daqui a dois anos tem mais. Max Filho será candidato a deputado federal com grandes chances de sair eleito de Vila Velha. Talvez até com o apoio do prefeito Neucimar Fraga, quem sabe!

Feliz mesmo está o Capitão Assunção, que sai do ostracismo de Ecoporanga, no extremo Noroeste do Estado, direto para um assento na Câmara dos Deputados. Seu gabinete, por certo, será o preferido do prefeito Neucimar Fraga, o menino baiano, camelô e sacoleiro, que virou prefeito da maior cidade do Espírito Santo. Neucimar deu-lhe esse mandato.

Eu torço para que Neucimar dê certo. Afinal, não sou maluco. Moro aqui e, ademais, não tenho nada a ver com as brigas dos políticos. No final, eles se entendem e seus cabos eleitorais, quando exageram na dose, ficam com cara de tacho. E, se estragarem essa cidade, azar o deles. Nenhum homem é uma árvore. A gente se vai do mesmo jeito que se veio.

 

José Caldas da Costa – jornalista, escritor, licenciado em Geografia

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. jose caldas da costa permalink
    14 de fevereiro de 2009 13:49

    quem é jose caldas da costa?????

    • 21 de fevereiro de 2009 18:01

      José Caldas da Costa é jornalista, escritor, licenciado em Geografia. Nasceu em Alegre, ES, em 1960. Começou, precocemente, na carreira aos 14 anos. Até 2001, quando abandou as redações, trabalhou em todas as mídias, com destaque para TV Educativa, A Gazeta, A Tribuna, ambas do Espírito Santo, e O Globo, RJ. Ganhou prêmios de jornalismo, em níveis estadual e nacional. Estreou como autor com “Caparaó – a primeira guerrilha contra a ditadura”, editado pela Boitempo (SP), livro que ganhou o Prêmio Vladimir Herzog 2007 como melhor livro-reportagem e foi finalista do Prêmio Jabuti 2008 na mesma categoria. Atualmente, José Caldas escreve nos finais de semana uma coluna no jornal eletrônico http://www.seculodiario.com.br e desenvolve atividades voltadas ao marketing multinível e ao bem-estar e desenvolvimetno humano.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: