Skip to content

FERRAÇÃO NÃO PODE SUBSTITUIR NORMA AYUB

9 de fevereiro de 2011

Deu na prestigiada coluna Plenário, de A Tribuna, que o deputado Theodorico Ferraço (DEM) sonha não com a Prefeitura de Cachoeiro, mas com a de Itapemirim, substituindo a mulher dele, Norma Ayub. A legislação eleitoral, entretanto, veda esse tipo de candidatura, justamente, para não permitir a perpetuação familiar no poder.

Há antecedentes no Espírito Santo. Graciano Espíndula e sua mulher, Morena Espíndula, tiveram de se separar judicialmente para permitir que ela fosse prefeita em Guarapari.

Em Ibiraçu, Naciene Vicente teve sua primeira candidatura a prefeita, em 2002, questionada na Justiça porque o eleito em 1998 foi seu marido, Marcus Vicente. Entretanto, no caso de Ibiraçu, Naciene ganhou o direito de candidatar-se porque o marido renunciou 16 dias depois para assumir uma vaga de deputado federal e quem, efetivamente, exerceu o mandato foi o vice-prefeito.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: