Skip to content

DIVISÃO DO PARÁ: “NÃO” POR ENQUANTO

12 de dezembro de 2011

José Caldas da Costa, licenciado em Geografia

A imprensa nacional destaca nesta segunda, dia 12 de dezembro, o “não” à divisão territorial do Pará em três estados: o original, tendo Belém como capital, e mais dois, Tapajós e Carajás. O “não” foi decidido pela maioria da população, que mora nas cercanias da atual capital, enquanto as abandonadas populações das duas regiões que pretendiam se emancipar continuam marginalizadas.

Para saber a efetiva vontade dos paraenses, é necessário ver o perfil dos votos “sim” e “não”. O “sim”, pela divisão, foi quase unanimidade nas duas regiões separatistas, o que demonstra absoluto descontentamento com o governo central de um Estado marcado pelas desigualdades. O “não” foi de quem abandona as “colônias” na hora de assisti-las, mas se lembra dela na hora de extrair suas riquezas. O Grão-Pará é bem parecido com as relações “Brasil-Portugal” dos tempso da colônia.

Há que se reverem os critérios de decisões em questões como esta do Pará a fim de que não se mantenham estruturas desequilibradas e injustas, que somente beneficiam os atuais dirigentes do Estado, que tem um estranho histórico de desvios de conduta políticas, de injustiças contra inocentes e beneplácito do Estado republicano com os grileiros de terras.

http://estadao.br.msn.com/ultimas-noticias/em-plebiscito-eleitor-do-par%C3%A1-rejeita-cria%C3%A7%C3%A3o-de-estados-mas-exp%C3%B5e-divis%C3%A3o-1

 

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: