Skip to content

COISA ESTRANHA NAS NOSSAS RODOVIAS FEDERAIS

16 de março de 2012

Uma coisa muito estranha acontece nas nossas rodovias federais. Tomemos como exemplo a BR 259, que tem 260km de extensão no trecho ligando a BR 101, em João Neiva, com a BR 116, em Governador Valadares.

Nos 100 km em território capixaba, a rodovia está cheia de defeitos. O trecho em São Gabriel de Baunilha, município de João Neiva, merece uma investigação do Ministério Público, de tanto dinheiro que já foi enfiado ali, sem solução. Entre Colatina e Baixo Guandu, a rodovia está cheia de buracos, colocando em risco a segurança dos motoristas.

É só entrar em território mineiro, porém, para se trafegar numa pista moderna, totalmente sinalizada, com baias para ônibus, canteiros centrais de retorno e conversão nos acessos a estradas estaduais e um aviso: “Proibido colocar placas comerciais”. Ou seja, no trecho de MG a BR 259 é uma rodovia civilizada.

Na verdade, desde que a Presidente Dilma deu um basta na sangria dos cofres do DNIT, controlado pelo PR do senador Magno Malta e do prefeito Neucimar Fraga, de Vila Velha, parou de ter dinheiro para a “manutenção” de rodovias federais do ES. Por que será, hein!?

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: