Skip to content

“ET” QUE INSPIROU SPIELBERG ESTÁ NO ESPÍRITO SANTO

1 de setembro de 2012

Peça de arte tribal africana, retratando ser extraterrestre, foi doada por embaixador do Togo ao AfricaBrasil Museu Intercontinental, que ainda não foi aberto ao público por falta de apoio para custeio.

Este é o “ET africano” que inspirou o cineasta americano a criar a imagem do dele

O cineasta americano Steven Spielberg firmou-se, definitivamente, com o filme “E.T. – O Extraterrestre”, um alienígena simpático, que conquistou o mundo e transformou-se no maior sucesso de bilheteria de sua época. O que pouca gente, ou quase ninguém, sabe é que a imagem física do ET de Spielberg foi inspirada numa peça de arte tribal africana, que está no ÁfricaBrasil Museu Intercontinental, que ainda não foi aberto ao público em São Mateus, no Norte do Espírito Santo.

A peça foi doada ao pesquisador Maciel de Aguiar em 2002 pelo embaixador do Togo em Nova York. Spielberg queria um ET que tivesse alguma ligação com a visão de algum grupo humano sobre os extraterrestres. Ao visitar a Embaixada do Togo, deparou-se com a peça que hoje está em São Mateus e se encantou. O embaixador tinha uma coleção desses ETs, construídos como peças de arte por africanos que, supostamente, teriam tido contatos com seres de outros planetas e os retrataram em pedra, argila ou madeira.

Steven Spielberg e seu “ET” do filme, inspirado em arte tribal exposta no Espírito Santo

“O ET de Spielberg é uma cópia fiel da peça que temos no Museu”, garante Maciel, que recebeu doações de várias partes do mundo. Miguel Arraes, que viveu exilado na África, foi um dos seus doadores mais regulares, Sérgio Buarque de Holanda, quando  morou na Alemanha, teve muitos contatos com africanólogos e os incentivava a ajudar Maciel a formar seu acervo. Darcy Ribeiro era um entusiasta da ideia.

José Caldas da Costa, jornalista, escritor “Prêmio Vladmir Herzog 2007”

Anúncios
One Comment leave one →
  1. 25 de outubro de 2012 22:08

    Temos o maior relato sobre a escravidão , temos o maior museu , temos o idealista que trabalha a finco, MARCIEL DE AGUIAR .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: