Skip to content

Futebol americano: Vila Velha Tritões sofre, mas passa à semifinal no terceiro ano consecutivo

20 de novembro de 2012

Foi um jogo de testar o coração do torcedor, que não arredou pé das arquibancadas do Estádio Gil Bernardes, em Itapoã, até o último segundo. Exatamente, nesse último segundo foi que o Vila Velha Tritões conseguiu o touchdown que decidiu a partida das quartas-de-final contra o Botafogo (RJ). O placar de 13 a 9 garantiu o time capixaba na semifinal do Torneio Touchdown 2012 (Campeonato Brasileiro) contra o Vasco da Gama Patriotas, no dia 2 de dezembro, no Rio de Janeiro.

O Botafogo virou os dois primeiros quartos vencendo por 9 a 0 contra um adversário que não parecia ter entrado em campo. Mas o panorama mudou, completamente, nos dois últimos quartos. O Tritões encurralou a equipe carioca em seu campo e no terceiro quarto fez o touchdown com Bruno (#4), que recebeu, na end zone, o lançamento de Tivinho (#6) e José converteu o ponto extra.

A defesa do Botafogo, entretanto, foi heróica e foi preciso muito mais do técnica ao Vila Velha Tritões. Foi necessário colocar o coração em campo para conseguir o que parecia impossível. O touchdown da vitória (a arbitragem terminou a partida antes do chute para o ponto extra) foi, literalmente, “empurrando” a defesa do Botafogo contra a end zone.

No lance tumultuado dos últimos segundos, Tivinho (encoberto) cai na End Zone e os jogadores do Tritões ensaiam a comemoração, depois confirmada, da vitória (Foto: Bárbara Mesquita)

Até a conferência da arbitragem após a conclusão do lance não se tinha certeza da conquista, mas os braços erguidos de todos os árbitros indicou o touchdown e a emoção tomou conta do gramado e das arquibancadas. De um lado, óbvio, a explosão de alegria do Tritões. Do outro, a explosão de tristeza misturada com revolta dos jogadores do Botafogo, que tentavam atribuir aos árbitros sua derrota.

Antes desse touchdown, o Vila Velha Tritões esteve duas vezes por decidir a partida em field gols nos pés de José (#21). No primeiro, ele errou. No segundo, houve antecipação de um jogador de defesa para o bloqueio. Apesar da obviedade da irregularidade, no calor da partida, os jogadores alvinegros não se conformavam com a marcação, que permitiu ao Tritões continuar avançando até o ponto final, sofrido.

No lance final, D´Angeli, literalmente, empurrou Tivinho sobre a defesa do Botafogo, gerando um monturo de gente na end zone. Os alvinegros tentaram catimbar e dizer que ele não havia avançado através da linha, mas a conferência dos árbitros confirmou o ponto.

A partida semifinal, como já se esperava, será contra o Vasco da Gama Patriotas, mas também não foi fácil. O jogo será no Rio. A equipe cruzmaltina sofreu para vencer, por 7 a 6, o Jaraguá Dreakers. A outra semifinal reunirá o Timbó Rex (SC) contra o Corinthians Steamrolers, em São Paulo.

Nas quartas-de-final, a única vitória mais folgada foi do Corinthians sobre o Botafogo, de Ribeirão Preto, por 34 a 15. Seu adversário, o T-Rex, venceu o Tubarões do Cerrado por 10 a 3.

A decisão do campeonato será no dia 10, possivelmente, em São Paulo, pois o Corinthians é franco favorito na partida contra o Timbó. Caso a equipe catarinense vença o Corinthians, vai decidir fora de casa contra o vencedor de Vasco da Gama x Vila Velha Tritões.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: