Skip to content

Polícia de Chicago continua servindo de modelo para o mundo

12 de agosto de 2013

Zakeu falando à Polícia de chicagoUma das principais referências do Pro-PAS (Programa de Planejamento e Ações de Segurança) – desenvolvido sob a liderança de jovens e idealistas oficiais da Polícia Militar do Espírito Santo no governo entre 1999-2002 e não apenas desmontado, mas “demonizado” pelo governo de 2003-2010, que não apresentou nenhuma alternativa e deixou a sociedade capixaba a ver navios -, o trabalho da Polícia de Chicago, EUA, continua servindo de modelo para qualquer nação do mundo que queira conhecer uma experiência bem sucedida na área de segurança.
A convite do governo americano, e objetivando trocar impressões sobre a noção e estratégias de segurança pública em países africanos, lideranças africanas passaram quase um mês nos Estados Unidos e, dentre as atividades, partilharam no dia 14 de Maio com altos responsáveis da Polícia de Chicago (Illinois), liderados pela Vice-Directora do CAPS Beth Ford, os desafios da pacificação social como agenda prioritária dos governos do século XXI.
Dentre os representantes de nações africanas estava o professor Zakeu Zengo, reitor universitário em Angola, que ficou muito bem impressionado com o que viu (na foto, Zakeu, doutor em Antropologia, compartilha suas ideias em Chicago).
Como observação do encontro, Zakeu informa que desde 1993 a famosa Polícia de Chicago, cidade com um altíssimo índice de crime entre os estados americanos, desenvolve uma estratégia inovadora e bem sucedida de segurança pública, a Chicago Alternative Policing Strategy (CAPS), que explora sociologicamente a parceria entre as comunidades, os cidadãos e a polícia local como altamente eficiente na prevenção e combate do crime, no aumento de segurança dos cidadãos e na criação de cinturões de auto-proteção das comunidades.
“Nos últimos anos o CAPS prioriza a realização de ações e desenvolvimento de programas nas escolas para prevenir o ingresso dos adolescentes no mundo do crime, com balanços muito estimulantes. Em países como Angola, onde os desafios da segurança pública ainda são enfrentados longe da participação e contribuição acadêmica/científica de especialistas locais, exemplos como o CAPS (de Chicago) devem ser mesmo dignos de nota”, comentou o professor Zakeu Zengo.
O que faz a diferença entre o pensamento de nações bem desenvolvidas, como a norte-americana, é que questões fundamentais, como segurança, têm políticas de Estado, enquanto no Brasil, para se tomar como exemplo, as políticas essenciais para a sociedade continuam sendo de governos. O que um faz, portanto, não tem continuidade pelo outro. Esta uma virtude e uma das razões do sucesso do governo Lula: não descartou o que havia de bom de seu antecessor, FHC.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: